Paso Huemules

6º Dia – 16/10/2015: Gobernador Costa – Puerto Río Tranquilo/Chile 645 km

Paso Huemules

Bom, já que a noite foi péssima resolvemos sair cedo da cama. Perto das 8h já estávamos na estrada. Hoje seria um dia de muitas novidades, nossa primeira travessia de fronteira com o Chile, pelo Paso Huemules, que não encontrei muito informações na internet, rumando para Puerto Rio Tranquilo no Chile, afim de visitar as Capelas de Mármore ou “Capillas de Marmol”! Dia muito louco!!! Com muitos frios na barriga! \o/ \o/ \o/ na verdade um pouco tenso!

Logo que ingressamos na Ruta 260
Passando Rio Mayo, uns 30 km ao sul pela Ruta 40, há a saída para a Ruta 260, que passa por Lago Branco e segue até a fronteira com o Chile (Balmaceda). Não tem muitas placas, mas acho que na segunda entrada, pela bifurcação há uma placa falando de Lago Branco e fronteira com Chile. Mas não tem erro, uns 30 km pega-se à direita e segue, não há outras estradas, então é difícil errar. São 109 km de estrada de rípio até a fronteira, a estrada está em ótimo estado de conservação, é bem larga.
 O caminho do Paso Huemules é lindo, tem muitos cavalos e ovelhas, porém, deve-se ter cuidado, os animais ficam soltos e podem estar na estrada. Logo a frente começa-se avistar a Cordilheira, sempre ela, incrível e majestosa! 
Paso Huemules

Paso Huemules

Paso Huemules
Paso Huemules

A fronteira com o Chile foi cruel, tivemos que tirar tudo de dentro do carro, até as garrafas de água, revistaram todas as malas e sacolas! Mas o processo foi ágil e sem problemas! Só tínhamos erva mate, e isso é tranquilo! 
Mas, nós tínhamos um problema, estávamos sem pesos chilenos! Em Puerto Rio Tranquilo nem todos os estabelecimentos aceitam cartão, sem contar o IOF. Então resolvemos esticar até Coyhaique, única cidade onde poderíamos trocar alguns pesos argentinos por chilenos, uma boa esticada! Logo saindo de Balmaceda já estávamos na Ruta 07, conhecida como CARRETERA AUSTRAL, é incrível!

A cotação do peso argentino estava tão ruim que acabamos fazendo um saque no caixa eletrônico, do mínimo necessário. A cidade é bonita, tinha muito turistas, mas nem me animei a tirar fotos. Depois de comer algo reiniciamos nossa viagem rumo a Puerto Rio Tranquilo, sabíamos que teríamos muita estrada de rípio ainda. 




Nem de longe imaginei que seria tão louco! De Coyhaique até Villa Cerro Castillo, um vilarejo no caminho, a Carretera Austral é asfaltada, lindo caminho, entre a Cordilheira do Andes, com muita neve. 
Carretera Austral

Carretera Austral
Carretera Austral
Villa Cerro Castillo
Cuesta del Diablo, chegando em Villa Cerro Catillo

A partir daí são mais 120 km de mais pura aventura!!! Já em Cerro Castillo tivemos que aguardar uns 30 min, pois a estrada estava interrompida pela construção do asfalto. Quando nos liberaram já eram umas 18h, final do dia, e o sol batendo de frente, enxergávamos muito mal. O trecho em construção é de uns 10 km, horrível, pedaços estreitos para passar, ao lado enormes buracos cavados, beirando precipícios! E o sol no rosto! E depois ainda foi piorando.... kkkkk 

Nossa visibilidade na Carretera Austral!
Os motoristas locais começaram a andar muito rápido, nos ultrapassando, levantando muita poeira, tinha momentos que não se via nada. Em outros trechos a pista estava desmoronando no penhasco..... uiiiiii cada frio na barriga! Meu marido disse: Queria estar com o carro cheio de gente, para todos me verem dirigindo aqui!!! Mas depois de uns 50 km vai melhorando, saímos da zona de morros, o sol vai caindo e aí foi só alegria lembrando do sufoco que passamos! Mas a gente não tem medo de nada! Sqn! Uma aventura inesquecível!
Foi melhorando.....

Chegamos, perto das 21h na nossa pousada em Puerto Rio Tranquilo, Hosteria Costanera. Eu havia reservado previamente por e-mail. Jantamos no restaurante da pousada mesmo, que é bem simpático e estava lotado! Imagino que não deve ter muitas opções no vilarejo. Um bom vinho, banho e cama! Depois de tanta aventura! 



Cerro Castillo
 

Postagens mais visitadas deste blog

Porto Alegre – Mendoza – Santiago – Deserto do Atacama – DE CARRO!

Patagônia de carro!

Torres del Paine